"DICAS"

1. Nunca mexa na água do aquário com os equipamentos ligado à tomada, pois você poderá tomar choque, é difícil isso acontecer, mas é melhor prevenir.

 

2. Quando for mexer na água do aquário, certifique-se que sua mão esteja limpa, e não contenha nenhum resíduo de sabão ou qualquer outro tipo de material tóxico, pois pode ser fatal para os seres que estão dentro do seu aquário.


3. Quando for montar o seu aquário, ao limpar a cuba de vidro por dentro, nunca utilize sabão, como mencionado acima, o sabão pode ser fatal para os seres que futuramente habitarão o seu aquário, para limpar, passe um pano levemente úmido com álcool e espere secar muito bem.


4. Procure comprar equipamentos que tenham nome no mercado, não economize com eles, pois são equipamentos feitos especialmente para o hobby, nunca improvise nada que você não tenha certeza que vai dar certo, porque pode dar tudo errado, e o dinheiro que você vai gastar com o improviso, na maioria das vezes dá para comprar um equipamento de nome.


5. Quando for colocar algum peixe, invertebrado ou qualquer outro animal dentro do aquário, apague as luzes, para que os animais que já estão no aquário, não estranhem o novo habitante, e não haja briga entre eles.


6. A quantidade de Estrôncio recomendada semanalmente é de 2 ml. para cada 450 litros de água do aquário. É essencial para algas calcáreas.


7. A densidade ideal para um aquário marinho é de 1.022 a 1.025 a 24°C.


8. O nível máximo de Nitrato tolerado no aquário marinho é de 1 ppm ou 1 mg/Litro.

 

9. A areia de coral no fundo do aquário tem a função de servir de habitat para bactérias anaeróbicas que ajudam a eliminar o Nitrato da água.


10. De um modo simplificado pode-se afirmar que a água do mar contém 35 gramas de sal/litro.


11. O nível máximo de Fosfato tolerado no aquário marinho é de 1 ppm ou 1 mg/Litro. Deve-se tomar cuidado com a introdução no aquário dos seguintes produtos: Carvão ativado, Vitaminas, Flocos, Alimento industrializado e Alimento líquido para invertebrados. Procurar no rótulo do produto, a seguinte expressão: "LIVRE DE FOSFATOS".


12. A dosagem ideal de KALKWASSER a ser utilizada no aquário semanalmente é de 1 colher de chá para cada 5 litros de água doce usada para repor a água evaporada do aquário.


13. Uma ótima solução para se controlar o pH da água do aquário é utilizar um medidor eletrônico de pH de boa marca e bem calibrado.


14. A temperatura ideal para se manter em aquários de corais vivos, é de 23,5° a 24,5°C.


15. Na troca semanal de água do aquário, utilizar água deionizada ou desmineralizada para misturar ao sal.


16. Dry-Wet - proibido em aquários de corais vivos por aumentar os níveis de nitrato na água.


17. A circulação de água do aquário deve ser de 20 vezes o seu volume de água (total dos equipamentos).


18. O carvão ativado (sem fosfatos ou nitratos) deve ser trocado pelo menos 1 vez por mês. Ele retira fenóis da água, além de outros elementos prejudiciais.


19. As Zooxantelas são algas que vivem em simbiose com os corais (fornecem alimento aos corais com boa incidência de luz).