LUXÚRIA E ILUMINAÇÃO NO ISLÃ: A ARTE DA CALIGRAFIA

LUXÚRIA E ILUMINAÇÃO NO ISLÃ: A ARTE DA CALIGRAFIA

Prof. Michel Nasser Araraki Mustafa (Doutorando em Filosofia)



 

Conferência Online pelo Google Meet - 26/10/2020 – 19 hs. (link enviado no dia)

 

Este evento é parte do Ciclo “Seminários NUR 2020” – Comemoração 10 anos do NUR

Organização: NUR – Núcleo de Pesquisas em Filosofia Islâmica, Judaica e Oriental da UNIFESP

Coordenação: Profa. Dra. Cecilia Cintra Cavaleiro de Macedo

 

Resumo:

O desenvolvimento da caligrafia islâmica é compreendido em, ao menos, duas teses distintas. Por um lado, dá-se a ênfase ao florescimento cultural com a expansão do mundo islâmico, cujo contato com as tradições locais ensejava intensa atividade espiritual. Por outro, o vínculo ideológico entre religião e política era claro na promoção dinástica das artes. Em fins do século XIV, o filósofo árabe Ibn Khaldun caracteriza relações decisivas entre poderes central e local, bem como entre tradição e inovação, no interior da civilização islâmica, para a formação das artes caligráficas no Islã. Aponta-se ali um mesmo movimento que conduz ao ápice civilizatório e ao êxtase religioso.

 

Inscrições: SIEX - UNIFESP

Certificados mediante participação no evento

Divulgação: canais oficiais da UNIFESP, página do NUR, redes sociais

 

Bibliografia Básica:

 

IBN KHALDUN. Os Prolegômenos ou Filosofia Social. Parte V. Tomo II. Tradução: KHOURY, J; KHOURY, A. São Paulo: Instituto Brasileiro de Filosofia, Ed. Com. Safady,1959.

SCHIMMEL, A. Calligraphy and Islamic Culture. Londres: J. B. Tauris, 1990.

BLAIR, S. Islamic Calligraphy. Edinburgh: Edinburgh University Press, 2006.

Comments