TERCEIRA COISA E VIVÊNCIA DE SI EM IBN ‘ARABĪ

TERCEIRA COISA E VIVÊNCIA DE SI EM IBN ‘ARABĪ

Profa. Dra. Sandra Regina Benato





CONFERÊNCIA ONLINE 21/09/2020

O conceito de “terceira coisa” desenvolvido por Ibn ‘Arabī é único, tanto na Falsafā quanto na Filosofia Ocidental de um modo geral. Em sua imensa obra, ele faz diversas abordagens do tema, sob pontos de vista distintos, e com diferente terminologia. No entanto, podemos encontrar um fio condutor que unifica o tema como o terceiro incluído a partir da correlação dos pares de opostos enquanto processo de unicidade. Essa peculiaridade de seu pensamento o distingue profundamente e é fundamental para a compreensão das múltiplas dimensões de seus textos, que, do contrário, são percebidos como ambíguos. Simultaneamente, unifica sua ontologia e cosmologia, sua antropologia e sua teologia mística, além de nos fornecer elementos para a elaboração de novas abordagens nos estudos contemporâneos da Física e Psicologia. Em minha tese de doutoramento, com base nas noções de receptividade, transitividade e analogia entre o Ser Necessário e o Ser Humano Perfeito, contrapontos do termo árabe wujūd no conceito de terceira coisa, procurei desenvolver princípios filosóficos para a atualização do que Ibn ‘Arabī chama de Ciência dos Barāziḫ, uma Psicologia Akbariana. Palavras chave: ser necessário, terceira coisa, correlação, identidade, individuação, psicologia akbariana.

Comments