A VIDA DE MUÇULMANOS EM MOÇAMBIQUE!

Os hafezs que orientaram o taraweh em Massgid Umar B.B.Matacuane   A NOSSA VIDA EM MOÇAMBIQUE COMO MUÇULMANOS

 

 

          O estilo da vida de uma sociedade, depende de certos seguimentos sociais, sendo religiosos, políticos ou outras organizações sociais possíveis de existir, tais seguimentos tem as suas peculiardades bem marcantes numa sociedade.

            O homem deve saber distinguir, em primeiro lugar, entre a religião e outras formas também patentes na sociedade, para não inflingir as normas da religião e das outras correntes que se aglutinam numa sociedade tal como a nossa. Em primeiro lugar, o homem precisa de uma liberdade humana, um assunto muito abordado em algumas passagens de hádisses, sobre a via do Profeta S.W.A. Ele próprio muitas vezes criava o espirito humanista aos Sahaba(companheiros), de forma que tratassem bem os escravos,quem os tivessem ou então libertando-os gradualmente.

             Hoje o termo escravo passou para a história, creio que em todo o mundo é assim. Um muçulmano como eu, devia ter um pingo de vergonha quando em público maltrata os seus servidores. O que se pretende, não é fazer ver as pessoas que temos o poder perante, nossos servodores maltratando-os em público, mesmo em segredo, esta é uma violação aos princípios mais elementares Isslámicos. Mesmo numa sociedade como a nossa indepente, esta atitude é incorrecta e condenável.

              Temos assisto em muitas ocasiões e lugares, estas formas brutais aos serviçais. Eu fico muito chocado, quando acontece entre crentes, por exemplo, entre muçulmanos, só por que o outro tem menos poder económico ou social. Afinal o que estamos a professar?

Que exemplo dámos aos demais, em relação ao sentido humanista da nossa fé?񁾓

        Ha uma passagem muito interressante, em algum hádisse: Uma vez o profeta S.W.A viajava com o Aboo Bacar Sidik, algures em Medina,alcançaram uma senhora muita carrega de bagagens, o Profeta de Allah prontamente ajudou aquela mulher, o Aboo Bacar Sidik vendo o Profeta muito carregado,quis ajudá-lo e este se recusou. Ao longo da caminhada em conversa, a senhora revelou ao profeta a razão da sua viagem com tanta bagagem,dizendo que estava fugindo de um homem chamado Muhammad ,porque está obrigando a gente a deixar a idolatria, a crença dos antepassados, para uma nova fé que era desconhecida. A conversa continuou sem que o Profeta deixasse entender quem era.E quando a senhora chegou ao destino, agrdeceu e quis saber quem era essa pesoa com muita bondade! O Profeta S.W.A disse-lhe: Sou Muhammad a quem dizem trazer uma nova fé, porém, a minha missão é a prática do bem e evitar o mal entre os homens, tal acção como a senhora acaba de testemunhar.

                   Vejamos esta acção e a explicação, fez com que a tal senhora voltasse e abraçasse o Islão! A maneira como falamos com os próximos, a forma como respondemos as saudações de pessoas humildes, tem muito a ver com o nosso perfíl e aquilo que somos no interior. Portanto, seguir os ensinamentos e as tradições do Profeta Muhammad S.W.A, não uma tarefa fácil. É necessário muita coragem e sacrifício, se assim o fizermos teremos sucessos nesta vida e assim a vida após a morte.

          A escolha é muito nossa, se queremos viver como imperadores ou como homens dignos nesta terra e ao além...

 

 

        Abdullah Rassul

 Beira-Matacuane aos  2012-02-17

Cel.:827052334;847827477;826900600

Fixo:23-364469

Fax.:23-362722   Email a.rassul@yahoo.com.br

 


Comments